Segunda-feira, 10 de Maio de 2010

... de mais um almoço na casa da vó.

Domingo, domingo de maio, outono, frívolo, pessoas fazem compras, pessoas compram flores, fazem cartões e acaloram esse tão frio domingo de maio.

Mas afinal, qual é o tão encantador e nobre sentimento de ser mãe? Numa ordem cronológica bem imprecisa venho fazendo algumas peripécias. Cartões, normalmente pomposos e infantis, poesias com rimas e estrofes simétricamente patéticas. Talvez com a certeza de que o papel fosse para o lixo - não, não é uma coisa que ela faz. Embelezava coisas que já eram dela, só para disfarçar a falta de dinheiro que se tem aos 7 anos para dar-lhe alguma coisa. Encaixotar o brinco de pérolas que ela deixava jogado. Ganhando mais experiência(talvez?), redefinindo conceitos. Deixando os cartões e os "presentes" de lado e apelando para as palavras.

Desde que comecei a apelar para as palavras, nesse dia, nessa época, fico mais sensível e perceptiva a detalhes e emoções das pessoas alrededor. Buscando em vão decifrar qual é, afinal, o segredo. Qual o mistério.

Imagino que em breve ela mereça mais que palavras, mais pensar em material é pensar obrigatoriamente em renda - uma coisa que falta a uma adolescentezinha de 15 anos. Ela vai ter que esperar. Ter que esperar a panela de pressão que cansei de prometer.

Dessa vez ainda não sei. Já passa de meio-dia e ainda devo-a um abraço.

Pensar em mãe e pensar em heroína sem pensar em vilã. Pensar em paz sem pensar em guerra. Pensar em amor em pensar em ódio. Pensar em alegria sem pensar em TPM - pelo menos hoje.

São raros os vespertinos vazios no ônibus que me inspira tanto. Mas fugi de muita coisa. De um almoço em família, talvez. De congratuções pra milhares de mulheres, grandes mulheres. E como dizem por aí, "É na multidão que a gente se sente mais sozinho". Uma jaqueta azul, uma camisa xadrez, uma camiseta com fita rabiscada, uma jeans velha, um allstar limpo e zero quilômetros.

- Papai, mas que flor você vai comprar pra mamãe?, diz enquanto se debruça entre o ombro do pai e entre a janela do ônibus, com o dedinho esmagado que aponta para um vendedor de flores. - Ah, flores! talvez em breve tenha meigas coisas pra falar sobre flores. Envolve flores. Me envolve.

Quem sabe um dia quem ganhe esses cartões pomposos seja eu. Com uma princesa desenhada, ou então uma bola de futebol. Uma menininha pra levar ao ballet, ou um menininho pra levar ao judô. Um nerd pra comprar livros ou alguém pra ter que ensinar matemática. Me imaginar como uma criatura dócil, sensível, maternal? Difícil. Possível.

Ganhei um tango, um autógrafo, um sorriso, um olá. Tudo muito normal. Um tango. Tudo o que eu precisava.

Feliz dia das mães, pra quem é/quer/pretende/analisa/simpatiza, whatever.


por Dani Takase às 01:36
permalink | comentários | +fav
1 *:
De Victor Augustus a 13 de Maio de 2010 às 13:18
Não vou me alongar em elogios a sua escrita. Você já sabe o quão bem escreve. Queria falar um pouco de como eu lidei com isso. Se não for muito abuso.
Passei dos presentes mas não cheguei nas palavras. Eu, o mesmo que fala tanto sem ter nada a dizer. Provavelmente eu sei o que dizer, provavelmente não seja nada.
Passo o dia das mães, como passo todos dias festivos, como todas as fotos, como todas as lembranças. Ausente.


fuja!

últimas fugas

OEDIPOUS

m.

coletânea de palavras sem...

Sé dulce, Septiembre

No porta-malas

Fortaleza

Solilóquios II - O Margin...

Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


a farsante


descubra.

. 2 seguidores

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

_

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar no em fuga -

 

~

(

RSS

_

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

?

we♥it