Segunda-feira, 20 de Julho de 2009

... da insanidade.

ARGH! Hoje estou em fúria, meus olhos inchados e cheios d'água. Por pouco não acabo com a vida de uma pessoa - menos, bem menos Danielle. Ok, hoje eu quase tive acessos de loucura. A falta de educação, deselegância, impertinência, no sense duma criança - pobre criança - muito infeliz, se torna alegre me vendo infeliz.

Desde o amanhecer me pego lendo, escondida entre palavras e cobertas, numa manhã gelada e nublada. Uma ligação e uma visita -absolutamente nada- bem-vinda. Talvez seja a pessoa que me faça perder a elegância mais rapidamente. É como um raio: a vejo, saio de controle. E eu adoro estar com as coisas sob controle. Actually, eu gosto muito de meu poder de persuasão. Gosto mais ainda de exercê-lo. Mas o mais frustrante é quando não funciona. Como hoje. Mas isso não vem ao caso.

Consegui paz em minha leitura durante a tarde. Uma vista privilegiada de uma avenida poluida. O som dos carros arrastando a chuva que caiu no asfalto durante a madrugada. O tiquetaquear do relógio, porém, não me livrei. Mas me mantive concentrada. De manhã, ainda restavam 200 páginas. Longas páginas. Começo de tarde já me restavam apenas 100. Escorregava o dedo sobre as páginas restantes. Iam se esgotando.

GOSH! O livro é uma das coisas mais emocionantes pela qual passei. Julgo até mais emocionante que o filme que me fez chorar do 1º minuto até o fim.

"Você está bem?" - mãe.

"Sim" - enchugo as lágrimas.

"O que houve?"

"O livro" - sorri entre o choro.

"Meu deus. Toma isto é pra você."

Pães de queijo. Restavam pouco mais que vinte páginas. Me via perdida em cobertores, frio, palavras, lágrimas e pão de queijo. Não pude conter o sorriso ao receber uma mensagem. "Feliz dia do amigo" - dizia.

Foi a única coisa que me fez sorrir até agora a pouco. Mas agora tenho meus amigos perto. Engraçado a tecnologia, não? Me mantém perto do que me faz bem.

Consegui persuadir ao fim do dia. Ignorei-a. Ela não suportou. Ela nunca suporta. Eu sempre a venço. E a venci.

Quanto a sua ajudante, vingança. GOSH! Estou from hell hoje. Estou insana. Não até amanhã de manhã. Quero sossego.

Me faz mal: o tiquetaquear dos relógios. O tempo é doloroso aos meus ouvidos. No silêncio, encontro o tiquetaquear do relógio. Shiu. Não me incomode.

 

no momento: insane. Gotta kill someone?
aos ouvidos: But It's Better If You Do - PATD

por Dani Takase às 22:49
permalink | comentários | +fav

últimas fugas

OEDIPOUS

m.

coletânea de palavras sem...

Sé dulce, Septiembre

No porta-malas

Fortaleza

Solilóquios II - O Margin...

Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


a farsante


descubra.

. 2 seguidores

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

_

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar no em fuga -

 

~

(

RSS

_

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

?

we♥it