Quarta-feira, 21 de Julho de 2010

... de um oráculo compulsivamente opositor

Vinte de julho, uma mensagem, um "Feliz dia do amigo" e isso já faz um ano.
Andava de óculos e estranhamente curiosamente de mãos dispersas e agitadas. Gesticulava discreta e assim mesmo chamando atenção. Um rosto de pêssego, é o que sempre digo - o veludo, o formato, um pêssego. Se há alguém em algum lugar do mundo que seja tão surpreendentemente diferente - de mim, de qualquer um - não está em Atenas, não é esse tipo de oráculo. A essas horas, Buckingham Palace, maybe.
Perguntando, era irrespondível - se é que isso existe - inquestionável. Dando respostas era confusamente precisa, errônea ou não. Precisa e preciosa.
Take me by the hand and stay by my side. ♫
Usava um adorno no pescoço. Um adorno feroz - um lenço memorável. Era a amada de um astro do rock - que patético. Um astro de rock e um xerife. A imagem do lenço seguindo os contornos do vento, descendo a rua, sua cor de um amarelado dourado reluziam naquele dia junino ensolarado. Seus olhos sorriam irônicamente, mas as cordas vocais denunciavam a sua suave irritação. Passado.
And I'll send all my loving to you. ♪
And suddenly a strange addiction. Two idiots talking in a different language. Maybe beyond the language they talked, they also talked in a subunderstanding language. Portuguese things, English things, nerd things, soccer things, whatever things, no one would understand. Undertandings and disagreeings.
But let's talk about it. Wouldn't it be nice?
Confissões, sorrisos, lágrimas, conselhos, discussões. Muito típico de uma amizade qualquer.
I just want to tell you nothing you don't want to hear.

Um menino que desatava nós e palavras diretas e objetivas contra umas palavras contundidas e enfeitadas, adjetivações. Uma suposta mãe, uma educadora em comum. Verônica. E como um relâmpago tudo me volta a mente, a brainstorm, e memorythunder. Lágrimas rolavam, inclusive o em fuga sabe disso, as páginas de uma história trágica de guerra me comoviam numa tarde nublada e depressiva por si só. A tela do celular se ilumina como que por mágica e anuncia a mensagem doce e carinhosa "Feliz dia do amigo :D" as 16:43.

De estranha weird a pêssego, de pêssego a saumensch, a comentarista, a filha de professora de geografia, revolucionária, capitalista, semi-vegetariana, namorada de astro de rock, broto, pitél selvagem, nerd, bambi, tree hugger, brãsínlia, my darling, minha eterna maior contradição, minha amiga, meu oráculo.

I'll dream of you and the smile that you give to me.

em tags:

por Dani Takase às 02:55
permalink | comentários | +fav

últimas fugas

OEDIPOUS

m.

coletânea de palavras sem...

Sé dulce, Septiembre

No porta-malas

Fortaleza

Solilóquios II - O Margin...

Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


a farsante


descubra.

. 2 seguidores

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

_

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar no em fuga -

 

~

(

RSS

_

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

?

we♥it