Domingo, 21 de Novembro de 2010

A Farsa dos Eletrodomésticos - Um "Póslúdio"

– Ma...mãaaae!

– Que houve, tesouro?

– Acho que tive um pesadelo.

– É o que parece. Está todo suado, todo empapado de suor, veja só!

– Isso não importa... Você não sabe como foi... Foi tudo tão... intenso.

– Venha cá – retirou o avental e abandonou-o em cima dum criado mudo, ao lado da cama do menino, sentou-se e colocou a mão sobre a testa do possível enfermo – acho que está variando, está com febre? Se sente mal?

– Foi tudo tão horrível... Aquelas coisas... Aqueles objetos estranhos... Aquelas palavras estranhas, compridas e enroladas... Umas músicas irritantes... Tiros como nos filmes de guerra, mamãe, desses que a gente vê no cinema. Mas não eram filmes. Era no jornal! E tinha um cachorrinho, mamãe! Coitadinho! Morreu de solidão, vê se pode uma coisa dessas... E tinha uma coisa que fazia a comida por nós...

– Mais respeito com a Dona Janira, meu filho.

– Não, não, mamãe, era desses aparelhos que fazem mágica! Eu vou lembrar o nome... Era mico... micro alguma coisa... E eles tinham um aparelho que fazia música!

– Acho que seu pai está te deixando ver filmes demais...

– Não se assemelhava ao vinil, era bem pequeno e... Ah! Os videogames eram mil vezes mais legais que esses nossos... e... Que sono!

– Pronto, está variando mesmo.

O menino afunda a cabeça no travesseiro num sono tão pesado que logo se vê que o cansaço estampado nos olhinhos perambulando sob as pálpebras fechadas. A mãe sorri por um instante, mas sai correndo em direção à cozinha logo que se lembra que deixou algo no fogo. A sobremesa. Torta de maçã.

Já era noite. Noite de outubro. Vinte e oito de outubro do ano de mil novecentos e setenta e três. Ele acorda novamente desesperado, e da sala vem o nada nostálgico som...

"Olhe bem, preste atenção:/ nada na mão, nesta também./ Nós temos mágicas para fazer,/ assim é a vida, olhe para ver..."

Quem diria. De onde veio, então, tanta nostalgia? O que era talvez alegria, hoje em dia embriaga a moderna morbidez.

Não acorde, não. Dorme, menino. Dorme sim, mas não sonha, não. Poupe a si mesmo desse pesadelo cheio de presságios. Em breve não será tão novidade. Em breve não será tão alegre assim. Em breve só será nostálgico. Mas ainda assim, fantástico. Fantástico.

Era domingo a noite. E o que se faz num domingo a noite? Se dorme... Se descansa e se penaliza por acordar no outro dia e dizer que é segunda-feira. É nostálgico. Mas é fantástico.

O sono foi inquieto. Cheio de barbáries... E que Revolução estaria acontecendo? E que valores estariam nascendo? E que surpresas estariam por vir?

"Riso! Criado por quem é mestre./ Sexo! Sem ele o mundo não cresce./ Guerra! Para matar e morrer./ Amor! Que ensina a viver."

Era uma pacata noite de domingo. Ela estava sentada num sofá vermelho, com a cabeça apoiada no ombro do marido. Os filhos estavam dormindo.  O programa podia acabar, a vinheta tão esperada tocar, o domingo se encerrar. E dali pra frente, seria tudo uma outra grande farsa.

 

 

 

 

 

em tags:

por Dani Takase às 23:09
permalink | comentários | +fav

últimas fugas

OEDIPOUS

m.

coletânea de palavras sem...

Sé dulce, Septiembre

No porta-malas

Fortaleza

Solilóquios II - O Margin...

Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


a farsante


descubra.

. 2 seguidores

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

_

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar no em fuga -

 

~

(

RSS

_

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

?

we♥it