Domingo, 13 de Setembro de 2009

... de falsas ideologias.

  Sabe quando a pessoa se contradiz? Quando você espera muito mais de alguém? Quando você se desilude. Pois é. Desilusões são frustrantes, sempre soube, mas tem dias que estou mais perceptível quanto a isso. E hoje foi esse dia.

Traumas geralmente deveriam levar as pessoas a ser melhores, sabe? Tipo, aprender com o que não era certo, com o que não deu certo. Mas hoje vi que não era assim.

Não suporto que julguem as pessoas, não quando você julga a ponto de extravasar. Eu julgo, muito até. Mas nunca é sério a ponto de tentar menosprezar a pessoa a ponto de me sentir melhor. Ou até o faço, pensando bem, mas não é por mal. Acho que estou caindo na real exatamente agora. O texto, a princípio, não era pra ser sobre mim, mas acho que sou uma julgadora.

Mas, me decepciona a forma com que vi isso acontecer hoje. Com uma pessoa que gostava tanto. E outras desilusões me preocuparam hoje, mais uma vez não acredito no amor, e infelizmente, acho que estou certa, mas não vem ao caso.

- Olha, que gorda, - muitos risos.

- Já passou pela sua cabeça que você foi assim? - só pensei, sabia o que eu pensava.

- Já fui assim, - mais risos - não acredito que fui assim.
Piadas a respeito. Piadas de muito, muito, muito mal gosto. Se laços mais fortes não nos unissem, talvez nem saberia de sua existência. Ou sim. Mas é, é importante pra mim. Isso me magoou.

Quanto ao amor, só mágoas. Hoje vi, mais uma vez, provas concretas, o amor é ilusório. E insensível. E, argh! Me decepciona tanto. Tanto. Ai. Estou aqui pra tudo, ok? Sabe com quem falo. Te amo, conte comigo.

E eu, sou uma ingenua no amor, ah sou. Cá estou, falando mal de minha própria sina. Aiai, me decepciono comigo, com certeza. Estou muito decepcionada e frustrada hoje não? Que absurdo. Tomara que mude meu humor.

À propósito, crianças não mudam. Crianças não podem deixar de ser crianças. Seja com videogames ou com um pião. Deixem-nas ser crianças. -amém-

Sou uma falsa pregadora, falo de coisas que geralmente nem acredito. Mas talvez um dia, o mundo me pague pra isso.


por Dani Takase às 05:16
permalink | comentários | +fav

últimas fugas

OEDIPOUS

m.

coletânea de palavras sem...

Sé dulce, Septiembre

No porta-malas

Fortaleza

Solilóquios II - O Margin...

Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


a farsante


descubra.

. 2 seguidores

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

_

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar no em fuga -

 

~

(

RSS

_

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

?

we♥it