Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

... de um viés.

Sonambucriei isto e meu inconsciente, mesmo agora repousando, ainda soberano, exige que eu escreva do jeito que foi pensado: em inglês e baseado em Viés - Vivendo do Ócio.

 

Runnaway from a bias.

 

Sitting under the trees, a fresh air, a white and delicate bench. She was simply writting, simply feeling the wind that waved her hair as it waved the tree's leaves. The wind sudden went wilder and stoled the last flower from a almost-golden-tree. And the flower was in a falling-not-falling, lying lightly and seemed to fall asleep on her lap.

Stop, think, feel, look, see and watch. ♫

Her eyes were in a smile-crying - while one tear falls down the sunbeam hits it and a million-part-of-second-duration-rainbow was alive.

You're as beautiful as you're sagacious, you're gonna understand what I'm saying, you're gonna understand that it's not one of this soap opera's passion. ♪

It doesn't matter if lots of people - the holding-hands ones, the playing-frisbe-with-the-dog ones, the bff's-having-picnic ones, the eldery-couple-walking-around-the-lake ones, the giving-squirrels-food ones, the kids-running-and-playing-hide-and-seek. - were together and her was there alone. She had the flower and the sunbeams, a pen and a notebook. And a endless feeling.

You're my villain, my vital addiction and I necessitate you.

Que tal um Google Tradutor para que vocês entendam. Eu poderia traduzir, isso saiu de minha cabeça, mas acho a perspectiva do Google mais interessante.

Fogem de um viés. (A começar pelo título errôneo, seria 'em fuga de um viés.')


Sentar-se sob as árvores, um ar fresco, um banco branco e delicado. Ela estava simplesmente escrevendo, simplesmente sentir o vento que agitava o cabelo como ele acenou folhas da árvore. O vento repentino foi selvagem e roubou a última flor de uma quase-árvore de ouro. E a flor era de uma queda não-queda, levemente deitada e parecia adormecer no colo. (O que seria uma quase-árvore? O Google foi mais complexo que eu.)

Parar, pensar, sentir, olhar, ver e ouvir. (Até onde eu sabia não tinha colocado no infinitivo, mas sim no imperativo. Alguém enxerga algum 'to'? E desde quando 'watch' é 'ouvir'?)

Seus olhos estavam chorando num sorriso -, enquanto uma lágrima cai o raio de sol bate e um milhão de partes de segundo de duração do arco-íris estava vivo. (Me surpreendi, captou a ideia, mas não a escrita. Na verdade não fui tão direta e exata.)

Você é tão bonita como você está sagaz, você vai entender o que estou dizendo, você vai entender que não é uma paixão esta novela. (Google fail total no to be or not to be, that's the question. Ser e estar é um grande problema, isn't it uncle Google? E esta novela? Que novela? Apóstrofo + s de posse! não contração de is.)

Não importa se um monte de gente - as mãos segurando-a Frisbe jogar-com-as-cão, os bff's-conta piquenique, o casal idosas-os-pé-around-the-Lake, os esquilos dando-alimentar, as crianças, correndo-e-jogo-esconde-esconde. - Estavam juntos e ela estava lá sozinha. Ela tinha a flor e os raios de sol, uma caneta e um caderno. E um sentimento sem fim. (Ok, esse parágrafo eu perdoo. Meus hífens são complicados até pra mim.)

Você é meu bandido, meu vício vital e eu exigir de você. ♫ (És a minha vilã, o meu vício vital e eu necessito de você.)

no momento: a villain.
aos ouvidos: Viés - Vivendo do Ócio

por Dani Takase às 22:20
permalink | comentários | +fav

últimas fugas

OEDIPOUS

m.

coletânea de palavras sem...

Sé dulce, Septiembre

No porta-malas

Fortaleza

Solilóquios II - O Margin...

Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


a farsante


descubra.

. 2 seguidores

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

_

toda a farsa:

Maio 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

pesquisar no em fuga -

 
RSS